Quase!!!

Há um tempão atrás recebi no Facebook uma atualização no mural. Era uma promoção das pastilhas Hall’s. Entrei e fui ver os prêmios: um chamado Kit Cool com alguns aparelhos, R$ 50.000,00 em barras de ouro e um Maverick 1975 customizado… pe-pe-perái!!!

Um Maverick!!! E customizado!!!

Não sou de entrar nestes concursos pela internet… mas p$%$@… era um Maverick!!! E customizado!!! Meu carro dos sonhos desde sempre.

De cara achei muito legal este prêmio específico, pois ao invés da saída padrão de dar um carrão importado levaram a cara “vintage” da promoção para o prêmio. Reviveram um ícone para os apaixonados por “muscle-cars”.

Preenchi a ficha, fiz os tais passos… curti isso… curti aquilo e pronto. Nem me importei com os outros prêmios, se era para ganhar eu queria aquele carro. E seja o que Deus quiser. E esperei.

Dias antes do encerramento da promoção postaram fotos do meu desejo de consumo e estava tudo que eu gosto lá… acabamento externo fosco a lá “Need for Speed” (eu tiraria as letras nas portas), painel com instrumentos originais, pneus com pintura em branco da marca e o motor… e bom… é, o motor – e lá vem minha opinião pessoal – o motor, bem… como dizer??? Na verdade para quem curte mesmo o Maverick só estava metade do motor lá: um modelo 4 cilindros.
Cadê os outro 4, cadê aquele motorzão 302 canadense em “V”, cadê a barra de reforço que impede o V8 de literalmente “esbeiçar” a dianteira do Maveco??? Ao invés disso tudo, tinha sim era muito espaço sobrando no “cofre” com aquele motorzinho bem no meio, e uma frase logo me veio na cabeça:
“- Eles estavam indo tão bem!!!”

Não teve como não ficar com um sentimento de “quase lá”. Aquela sensação que você tem quando vê como o resultado seria completo se botassem algo como 1% a mais de esforço na história toda e não atalhassem pela via fácil.

Para a multidão do Facebook a idéia do prêmio continua maravilhosa. Mas p%$@#… estão revivendo um carro que é o sonho de muita gente, um carro que foi símbolo de status, objeto de desejo, e sim beberrão e obsoleto mas também raro e cobiçado. Só acho que deveriam ter tratado a idéia inicial com mais carinho e ter trazido este carro a vida em sua melhor forma.

Ah se o Chip Foose estivesse no meio disso!!!!

Sobre Mauricio Andreoli

Ex-goleiro, ex-solteiro convicto, um Diretor de Arte que precisa voltar a desenhar e um cozinheiro que precisa emagrecer. Enfim... um cara normal que tem alguns amigos, muitos conhecidos e nenhum inimigo. Já é uma vantagem!

Publicado em 23 de fevereiro de 2012, em Viajadas na Maionese e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

O que você acha?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: